Tel.: +258 84 301 3341

Em Moçambique o fenómeno de violência já atingiu proporções significativas, sendo as mulheres e as crianças as maiores vítimas das diversas formas de violência, sobretudo aquela que é perpetuada pelos homens, muitas vezes conhecidos e parentes das próprias vítimas.

O CCS apoia a formação de diversos profissionais de saúde capacitando-os para a implementação de atividades de prevenção e atendimento a vítima de violência baseada no género.

Como resultado desta atividade, algumas Unidades Sanitárias tanto de Inhambane como de Maputo são hoje capazes de providenciar de forma integrada, atendimento médico-legal às vítimas de violência no geral, fazendo com que as vítimas de violência se apresentam cada vez mais em número crescente nas Unidades Sanitárias.

 Ativistas comunitários e educadores de saúde são formados em parceria com o Ministério da Saúde, Ministério da Justiça, Mulher e Acção Social.

Estes atores tem trabalhado no empoderamento comunitário com vista a criação de hábitos saudáveis para redução e denúncia dos casos de violência doméstica.

Sendo o atendimento integrado às vítimas de violência, uma atividades que carece de cuidados básicos, uma das principais necessidades é a criação de infraestruturas nas Unidades Sanitárias. Neste âmbito o CCS apoia na cidade de Maputo e Província de Inhambane a reabilitação e apetrechamento de Gabinetes Integrados de Atendimento às Vítimas de Violência Baseada no Genero.

No total na cidade de Maputo com apoio do CCS hoje existem Centros Integrados de Atendimento as Vítimas de Violência Baseada no Género no hospital de Mavalane, centro e saúde do Bagamoyo, Malhangalene e Polana Caniço. A Província de Inhambane possui Centros Integrado de Atendimento às Vítimas de Violência no hospital Rural de Chicuque, Vilankulos e Jangamo.

Nestes centros particularmente mulheres e crianças (do sexo feminino), procuram cuidados clínicos, alguns pacientes vítimas de violência que se dirigem atempadamente, tem a possibilidade de fazer a profilaxia pós exposição ao HIV, outros se apresentam tardiamente já sem possibilidade de fazerem esta profilaxia mas tem atendimento psicológico Jurídico e policial.

Artigos semelhantes

Outros eventos